sábado, 12 de abril de 2008

TV: reality show sem nome


Na última quarta-feira, quem lembrou de assistir acompanhou a estréia do novo reality show musical do SBT. O "programasemnome", ex-novosídolos, começou quase sem alarde e divulgação e ainda teve alterações de última hora que prejudicaram a qualidade da estréia. Mesmo assim, a audiência não foi tão decepcionante, mais do que merecia, aliás - média de 10 e pico de 13,4 pontos, triplicando a média do horário em relação às semanas anteriores.
De cara, os apresentadores Lígia Mendes e Beto Marden aparecem em um vídeo gravado horas antes da exibição do programa avisando da mudança do nome graças a uma liminar judicial. Agora, para tentar remediar a estréia de um programa sem título, os telespectadores serão os responsáveis pela escolha da nova alcunha. O felizardo que tiver o nome sugerido escolhido ganhará...R$200.
Como já era de se esperar, o humor tomou conta da atração. Apenas três candidatos - uma skatista que se esconde atrás de um violão, um grupo de pagode e um cara que faz diversos sons com a boca - foram aprovados. Em mais de uma hora de programa, desfile de gente esquisita, mas do jeito que o povo gosta. Senti falta da narração de Beto e Lígia sobre os candidatos. Devem ter sido substituídas de última hora também.
Os jurados, responsáveis por parte do sucesso do programa, continuam os mesmos. Mas eu sinto vergonha alheia por estarem passando por isso. Gente que entende de música tendo que "julgar" o Homem-Suvaco. Tudo pela audiência. Nas próximas semanas o show de bizarrices continua, inclusive com a volta de um personagem do Ídolos 1, a Tidinha. É aguardar pra (não) ver.

Pela primeira vez eu deixei de atualizar o blog realmente por falta de tempo. Dá até um orgulho falar isso.

Um comentário:

Maísa Capobiango disse...

o pior (ou melhor) é que a gente sabe da loucura do "patrão" e mesmo assim continuamos amando ele... alguém explica?
o que seria das nossas vidas sem ele dizendo: "vale 'dé' reais?"
complexo...