terça-feira, 18 de dezembro de 2007

O mesmo

Oi, tudo bom? Quanto tempo! Não imaginei te ver por aqui hoje. Caramba, muito tempo de verdade, né? Como é que a gente coloca o assunto em dia desse jeito? Eu começo? Vamos lá:

Eu continuo o mesmo desde a última vez. Ainda gosto das mesmas coisas, mesmas pessoas, mesmos lugares, mesmos amores. Nada mudou. Vá lá, quase nada. Mas o que importa é que eu continuo o mesmo. É, eu tentei, mas eu continuo grosso, ignorante e rabugento. Ah, mas agora eu sou mais flexível! Sério! As pessoas estão dizendo! Pode acreditar...
Os sonhos? Continuam os mesmos também. Aspirações, loucuras... as mesmas. Mudou o perfume. Sim, esse sim mudou. Está mais forte agora. Sente? Não gostou? Eu também não gosto muito. Prefiro o de antes.

Poxa. Uau. Nossa, você sim mudou. Que roupas são essas? E esse cabelo? Não, não estão feios. Só diferentes. Tava há algum tempo querendo comentar. E isso na sua mão? Ah, agora você também faz isso? Ah, isso também? Que coisa...o que mais mudou? Ah, essa parte eu prefiro não saber. Fez tatuagem também? Continua indo ao clube? Ah, parou de nadar...e esse sotaque?

Bom, eu tenho que correr agora. Correr mesmo. Vou começar a correr, caminhada, cooper, seja lá o que for. Promessas para 2008, sabe?. É claro que eu não vou cumprir, você me conhece. Claro que conhece, eu sou o mesmo. Idéias na cabeça não param. É, eu ainda sou impulsivo. Mas isso eu vou controlar. Bom. É isso. Prazer em te rever. Peraí, joga seu cabelo pra cá. Ficou melhor. Como antes. Ops, desculpa. A gente se vê....

Nenhum comentário: